Selecione uma das opções:

Boto encontrado morto em Itapoá tinha uma calcinha cravada nas nadadeiras

Fato demonstra a fragilidade das espécies frente à poluição provocada pelos humanos.


24 de maio de 2021 por
Compartilhe:

Um boto-cinza foi encontrado morto com uma calcinha presa em suas nadadeiras, na praia do Pontal, em Itapoá. O caso foi divulgado pelo projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos e trata-se de uma fêmea juvenil, de 1 metro e meio de comprimento e 32 kg. O boto estava com a vestimenta feminina inserida nas duas nadadeiras peitorais de forma profunda, ao nível dos ossos. Conforme a médica veterinário Giulia Gaglianone, provavelmente o boto deve ter se “enroscado” no tecido quando ainda mais jovem e conforme foi se desenvolvendo, o tecido foi cortando a pele de tal forma que a pele cresceu sobre a tira de pano. Quando as bordas da pele se tocaram, iniciaram o processo de cicatrização, mas a presença do pano manteve as lesões abertas. Além da lesão aparente, o animal estava magro e com pneumonia severa. O boto tinha marcas sugestivas de emalhe em rede de pesca ao redor do orifício respiratório.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Clique aqui e comente.x
× Participar ao vivo