Selecione uma das opções:

Moradores levantam R$ 3 mil em menos de três horas para custeio do funeral de Sofia


2 de abril de 2024 por
Compartilhe:

Moradores de Barra Velha revoltados com a situação da morte da pequena Sofia Emanoeli Ribeiro Pereira, 4 anos, ocorrido no Hospital São José, em Jaraguá do Sul, no último domingo, dia 31, se organizaram para custear todo o serviço funeral da menina, já que os pais não têm condições de arcar com este valor.

Em poucas horas, nesta terça-feira, dia 2 de abril, um grupo superior a 360 moradores, integrantes do protesto anunciado para logo mais às 18h, na Câmara de Vereadores, conseguiu somar os R$ 3 mil necessários para o custeio do serviço funeral executado pela Funerária Santa Rita.

Esse mesmo grupo assegura que vai exigir melhores condições da saúde pública barra-velhense na Casa de Leis e também a exoneração do secretário de Saúde, Rogério Pinheiro, defendida través de uma petição online, que também foi postada por este mesmo grupo mobilizado através de aplicativo de mensagens. O grupo ainda convoca outra manifestação para domingo, dia 7, às 14h, na Praça Lauro Carneiro de Loyola.

📰 LEIA TAMBÉM:

Os familiares acusam negligência no atendimento médico. Já na tarde de domingo, mesmo antes do óbito da menina ser confirmado, a mãe já alegava demora e desinteresse por parte do Pronto Atendimento 24h – ela garante que levou a menina ao PA 24h com 39 graus de greve, ficou esperando por horas, e ainda voltou outras duas vezes ao local.

Apenas medicaram a menina com Paracetamol, liberando a pequena quando ainda estava com 37 graus, para ir embora. “Retornei ao médico com ela já inchada e o médico falou que era gastroenterocolite bacteriana e também dengue”, reforçou a mãe, em vídeo postado nas redes sociais.

A repercussão da morte chegou ao Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC), que instaurou ainda nesta segunda, dia 1º, uma notícia de fato para apurar a suposta negligência. A 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Barra Velha pede que a Secretaria de Saúde da Prefeitura envie, em 48 horas, cópias de toda documentação dos atendimentos prestados à Sofia.

O prefeito em exercício Daniel Cunha (PSD) instaurou sindicância interna para apurar os fatos, e determinou o afastamento do médico. O promotor Renato Maia de Faria solicitou os documentos dessa sindicância para avaliar, e ainda pediu cópias do prontuário médico do Hospital São José, onde ela faleceu, em Jaraguá do Sul.

Rogério responde em vídeo

O secretário de Saúde de Barra Velha, Rogério Pinheiro, em vídeo postado hoje nas redes sociais, se defendeu da situação. Disse que jamais postou o áudio do qual é acusado, e em que cita citando de que a mãe teria sido “culpada pela” morte da menina.

Rogério frisou que tem condições de explicar tudo na Justiça, pediu desculpas à mãe e familiares pelo desconforto, mas embora reconheça a veracidade do áudio, assegura que se refere a um outro caso, ocorrido no sábado, 30, e não á pequena Sofia.

No mesmo vídeo, ele destacou um pouco da sua trajetória em Barra Velha e disse que se desdobra para atender a comunidade.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Mais Lidas

0
Clique aqui e comente.x
× Participar ao vivo