A hora e a vez do bairro São Cristóvão em Barra Velha | Danilo Gomes

Ao reunir a imprensa, recentemente, para mostrar atos dos seus  primeiros 100 dias de governo, o prefeito de Barra Velha, Douglas Elias da Costa (PL), deixou claro não estar para brincadeira. Abordou temas pontuais com a segurança de quem, efetivamente, tem o governo nas  suas mãos como ele próprio fez questão de frisar. “No começo cheguei a me assustar com a desorganização que encontrei. Hoje graças a uma equipe competente que tem arregaçado as mangas comigo, posso dizer que tenho o governo nas mãos, pronto para recuperar 20 anos de realizações que deixaram de ser feitas.

Entre todos os temas que abordou, alguns tópicos não passaram despercebidos na fala do prefeito, deixando clara sua posição em torno de alguns assuntos até polêmicos e por isso mesmo de interesse da população. Não disse, mas deixou claro que a vez do bairro São Cristóvão chegou. No local ele está projetando a instalação do novo PA do município, para o qual acaba de receber sinal verde do governo do Estado, durante recente visita do Secretário Estadual de Saúde. Futuramente aquele posto deve ser transformado no tão sonhado hospital, uma das bandeiras de campanha do prefeito.

Ainda para o São Cristóvão, o prefeito Douglas sonha com novos postos de saúde, escolas, obras viárias e uma atenção que até agora parece que o bairro não recebeu. Isso é bom, afinal ninguém ignora a importância do São Cristovão para o desenvolvimento de Barra Velha. Ali estão vários supermercados, a loja da Havan e outros empreendimentos importantes.  Douglas destacou também a questão dos débitos que herdou da administração que sucedeu. Em poucos meses, aproveitando recursos próprios, notadamente oriundos do IPTU e outros, o prefeito não deixou por menos e pagou a metade de cerca de R$ 15, 57 milhões, incluindo alguns precatórios, passivo que costuma criar entraves em qualquer administração municipal.

Para fazer frente a esses desafios, o prefeito de Barra Velha até pode estar exagerando quando fala da sua carga de trabalho, mas os assessores confirmam que não é difícil controlar o horário de trabalho do chefe do Executivo. No inicio do governo chegou a trabalhar entre 05hs da manhã e 22 hs. Decididamente, instalou-se na prefeitura de Barra Velha um novo estilo de governo na base do “meu nome é trabalho”, como diz o prefeito. Considerando que o prefeito é o síndico da cidade, sobre cujos ombros recai toda a responsabilidade do dia a dia de sua comunidade, até o momento sua excelência vem recebendo o aplauso e o apoio dos mais diferentes setores da sociedade, a começar pela classe ampresarial, cujas lideranças parecem ter entendido as boas intenções do antigo peixeiro.

Na outra ponta está a classe política, representada pelos vereadores com assento no Legislativo, igualmente a maioria de acordo com os procedimentos e comportamento adotado por Douglas. Como dizem, vassoura nova varre bem e quando isso ocorre o que ocorre cria-se uma corrente positiva para que o entusiasmo continue. Entusiasmo parece que não falta na equipe do governo municipal de Barra Velha. Há muitos planos pela frente e muita coisa, efetivamente, já foi realizada. Seus projetos são arrojados: Revitalização da Lagoa, soluções para a Casan e para a coleta do lixo pela Recicle, nova estrutura de trânsito urbano, parcerias com entidades locais e com outros municípios, inclusive buscando em Bombinhas subsídios para incrementar o setor de pesca de Barra Velha, e por aí vai. Decididamente, como diz o prefeito, vai precisar de um dia de 30 horas e uma semana de 10 dias para enfrentar os desafios.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui