Acesso da Interpraias para BR-101 terá restrição a partir desta sexta

Até 29 de junho, concessionária realiza última etapa das obras para inauguração da ponte sobre o Rio Camboriú na marginal norte.

A nova ponte tem 426 metros de extensão e deve melhorar a mobilidade e segurança viária da região.
A nova ponte tem 426 metros de extensão e deve melhorar a mobilidade e segurança viária da região.

O fluxo da alça de acesso da rodovia Interpraias para a BR-101/SC no sentido norte (Curitiba) estará interrompido entre os dias 18 e 29 e junho. O bloqueio é necessário para realização do encaixe da via marginal com a nova ponte sobre o Rio Camboriú que, segundo a concessionária Arteris Litoral Sul, deve ser inaugurada até o final deste mês.

Durante esse período, a alternativa para os motoristas é o trânsito pela rua Emanoel Rebelo dos Santos (Interpraias) com passagem sobre a rodovia BR-101/SC em direção a Marginal Oeste. Em seguida, o condutor deve trafegar até a passagem inferior do km 137 (1 km à frente) para fazer o retorno.

Os trabalhos no local devem se concentrar nas atividades de terrapleno, geometria, construção do novo encaixe da Interpraias com a via marginal, pavimentação e sinalização.

A alternativa é a rua Emanoel Rebelo dos Santos (Interpraias) com passagem sobre a rodovia BR-101/SC em direção a Marginal Oeste.

Entenda a obra da Ponte sobre o Rio Camboriú – Marginal Norte

A atividade que inicia nesta sexta-feira (18) é a última antes da inauguração da ponte sobre o Rio Camboriú Norte. Foram investidos cerca de R$ 19 milhões em aproximadamente 30 meses de trabalho até este mês de junho. Mes programado para a ponte entrar em operação.

A ponte tem 426 metros de extensão por 10,3 metros de largura e mobiliza cerca de 50 trabalhadores da concessionária para execução. Somente para estrutura da ponte, foram utilizadas 48 vigas pré-moldadas com extensão de até 40 metros e peso de 90 toneladas.

A estrutura viabiliza uma nova ligação importante entre regiões do município, contribuindo para segmentar o fluxo de longa distância e local. Com isso, há expectativa de importante melhora na mobilidade e segurança viária na região.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui