Morador de Balneário Piçarras viola medida protetiva e ameaça esposa; agressor foi preso e acabou na delegacia

Um morador de Balneário Piçarras foi preso na quarta-feira, 17, por ameaças contra a esposa e também por descumprir medida protetiva de urgência contra vítima de violência doméstica. A ocorrência foi na Rua Mário Braz de Santana, no centro.

A guarnição foi acionada via “Botão do Pânico” no aplicativo da Polícia Militar catarinense, e deslocou até o local, onde flagrou o suspeito descumprindo a medida protetiva que determina a proibição da aproximação do agressor a mulher. O homem foi preso e encaminhado à delegacia de polícia para procedimentos legais.

A PM de Balneário Piçarras reforçou que o aplicativo PMSC Cidadão, que pode ser baixado gratuitamente, é uma ferramenta tecnológica a serviço da Segurança Pública. O cidadão poderá gerar ocorrência, enviando fotos e vídeos, realizar denúncia anônima. E mulheres vítimas de violência doméstica poderão utilizar o “botão do pânico”.

Para as mulheres vítimas que desejam se cadastrar para utilizar o Botão do Pânico é necessário que elas baixem o aplicativo e solicitem o botão do pânico no campo “Rede Catarina de Proteção à Mulher”. Em seguida, a vítima de violência deve comparecer à sede do 3º Pelotão com documentos pessoais e uma cópia da medida protetiva.

E para solicitação da medida protetiva de urgência, a mulher vítima de violência doméstica deve comparecer à Delegacia de Polícia Civil, na Rua Victor Molin, no centro.

Regina Santos, presidente do Coletivo Mulheres do Brasil em Ação (CMBA), com forte atuação em Balneário Piçarras, Barra Velha e Penha, lembra que é importante que todas as mulheres recorram a esse aplicativo da Polícia Militar em busca da própria defesa .

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui