Serão repassados R$ 465 milhões para obras em rodovias federais de SC

Parte do valor será aplicado na duplicação da BR-470

Duplicação da BR-470
Duplicação da BR-470

Agora é oficial. O Governo do Estado está autorizado a investir R$ 465 milhões nas obras de ampliação da capacidade e revitalização das BRs 470, 280, 163 e 285. O governador Carlos Moisés e o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinaram o Acordo de Cooperação Técnica que garante a parceria no fim da tarde de quarta-feira (15) em Brasília.

O chefe do Executivo estadual destacou que os investimentos vão impulsionar o desenvolvimento econômico das regiões catarinenses. No caso específico da BR-470, a duplicação da rodovia impactará em uma população de mais de um milhão de pessoas do Vale do Itajaí.

“O Governo do Estado faz esse movimento porque as pessoas não querem saber se o recurso é federal, estadual ou municipal. O importante é que a obra seja realizada. São rodovias essenciais para Santa Catarina. Esse investimento retornará em pouco tempo para o Estado e também fará com que menos vidas sejam perdidas. Quem vai ganhar é a população”, afirmou Carlos Moisés.

Detalhes do investimento

Os investimentos serão de até R$ 465 milhões em recursos estaduais nas quatro rodovias. A destinação já foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc). Serão aplicados R$ 300 milhões na BR-470, R$ 100 milhões BR-163, R$ 50 milhões BR-280 e R$ 15 milhões BR-285. O Acordo de Cooperação Técnica é celebrado entre o Ministério da Infraestrutura e o Governo de Santa Catarina, por intermédio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da Secretaria de Estado da Infraestrutura, respectivamente.

Conforme o cronograma de execução financeira, o Governo do Estado vai investir mais de R$ 125,86 milhões ainda em 2021, com pagamentos mensais a partir de outubro. Os outros R$ 339,14 milhões serão aplicados entre janeiro e julho de 2022. Pelo acordo, o DNIT seguirá responsável por acompanhar, fiscalizar, orientar e prestar apoio técnico à execução das obras, enquanto o Governo do Estado apoiará financeiramente para que os trabalhos sejam concluídos o mais rapidamente possível.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui