URGENTE: Balneário Piçarras desmente aplicação de supostas vacinas vencidas

Em Balneário Piçarras e Barra Velha, cinco aplicações apareceram no levantamento do jornal Folha de São Paulo.

Barra Velha informou que aguarda posicionamento oficial do Governo Federal
Barra Velha informou que aguarda posicionamento oficial do Governo Federal

Após publicação o jornal Folha de São Paulo sobre suposta aplicação de mais de 26 mil doses de vacinas vencidas da Astrazeneca em mais de 1.532 municípios, diversas cidades confrontaram a informação, garantindo que as doses foram aplicadas no prazo indicado pela fabricante. Em Balneário Piçarras, cinco aplicações apareceram no levantamento do jornal. A Secretaria de Saúde afirmou que a população imunizada pode se tranquilizar.

O vice-prefeito, doutor Fabiano de Cristo, afirmou que os dados divulgados estão incorretos e que o lote foi recebido dia 27/01/2021, com 130 doses, e todas as doses foram aplicadas em janeiro/fevereiro nos trabalhadores da saúde. Segundo Fabiano, a Regional de Saúde está ciente do equívoco e fará uma retificação dos dados. “Os usuários de Balneário Piçarras não precisam se preocupar, pois eles foram recebidos entre janeiro e fevereiro e aplicados no mesmo período”, confirmou.

Barra Velha aguarda posicionamento do Ministério da Saúde

Na cidade de Barra Velha, cinco doses também foram supostamente aplicadas fora do prazo de validade. Em nota à imprensa, a secretaria de Saúde de Barra Velha informou que aguarda posicionamento oficial do Governo Federal, sobre o assunto. O Secretário de Saúde, Maurício Coimbra, solicitou o rastreamento das supostas doses vencidas, para identificar os vacinados com esse o lote informado pela reportagem do Jornal Folha de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui